Oeste da Bahia tem duas das piores rodovias do Brasil

Postado 25 de novembro de 2014 às 12:49 hs

De acordo com o estudo "Pesquisa Rodovias 2014", realizado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), dois trechos rodoviários no Oeste da Bahia estão entre os piores do país. Além da BAT349 -  sigla usada quando uma via estadual é incorporada à malha federal - que liga  Correntina a Santa Maria da Vitória, que foi classificada como "péssima", figura na lista como o pior trecho do Brasil a rodovia que interliga os municípios de Natividade, no Tocantins, a Barreiras, integrada pela BA-460, BR-242, TO-040 e TO-280. O levantamento aponta ainda que 62% das rodovias baianas são precárias.

Comentários
0

“Atuação de um vereador parlapatão”, por Jarbas Rocha

Postado 24 de novembro de 2014 às 23:20 hs

Jarbas-RochaJá dizia o saudoso escritor inglês William Shakespeare: “O diabo pode citar Escrituras quando isso lhe convém”. É o que faz o Vereador Parlapatão com sua notinha que paira pelas redes sociais na forma de lobos travestidos  de cordeiros.

Não se enganem! Não há nada de nobre na ação deste vereador parlapatão. Em especial quanto à rejeição da doação do terreno para UFOB. Parlapatão que é, já acumula na sua história política com perfeição a condição de legislador “DO CONTRA TUDO”. Contra UFOB! Contra CONAB! Para alcançar seu objetivo, adota como marca, já com a experiência de segundo mandato, a mentira! Sua companheira, concubina, uma ação tão involuntária no seu cotidiano como a respiração.

Só para refrescar a memória, mentiu quando fomentou na tribuna da Câmara, como fez no Ministério Público, o superfaturamento do terreno doado para a CONAB, ao dizer que um terreno às margens da BR sentido Brasília, a exatos 10km do centro de Luís Eduardo Magalhães, custava R$50.000,00 (cinquenta mil) o hectare. Ora, sabemos que vale bem mais do que isso. Sabemos também das consequências danosas disso

E agora mente mais uma vez, tentando justificar o injustificável, o deplorável, o vergonhoso. A vítima dessa vez: Universidade Federal do Oeste da Bahia.

Ele, o Parlapatão, e os demais, sabem sim que a UFOB avaliou outras áreas no momento prévio a votação, e considerou esta como a melhor. Ele, o Vereador Parlapatão, é conhecedor pleno do teor da autorização de doação à favor da UFOB, vez que no primeiro momento votou a favor.  Os supostos milhares de motivos que justificaram sua repentina mudança, são ainda desconhecidos.

O Projeto de Lei tramitou corretamente pela Câmara Legislativa foi exaustivamente debatido pelo corpo técnico e jurídico da Casa, foi diligenciado a adequação às necessidades legais, e tramitou sem objeção. O Parlapatão sabe disso. Mas a mentira é sua amante.

Também o Parlapatão fala de golpe à legalidade, violação à Constituição Federal. Devemos ter pena da Constituição Cidadã, usada de forma leviana e abusiva na boca do Parlapatão, é o mesmo que os ensinamentos das escrituras propagadas pelo Diabo quando lhe convém! Blasfêmia jurídica!

Não há nada de ilegal na doação à favor da UFOB. Não há burla à lei. O que teve foi oportunismo político somando ao empresarial. O Vereador Parlapatão regurgita o favorecimento do empresário doador, e ao mesmo tempo estampa no púlpito da Casa de Leis a “alternativa” de outro empresário! Ora, o que aconteceu?

Foram realizadas diversas audiências públicas pela comissão da implantação da UFOB no oeste da Bahia. Com maestria, todos foram ouvidos. Inclusive, a audiência pública fora realizada na Casa Legislativa de Luís Eduardo Magalhães, quando, em meados de novembro de 2012, fora apresentada a proposta de doação da área à comissão da implantação da UFOB. Já em abril de 2013, a comissão realizou outra audiência pública, já para discutir o campus de Luís Eduardo Magalhães, tendo como pano de fundo a área agora rejeitada.

Neste momento histórico para cidade de Luís Eduardo Magalhães, com plenário lotado, oportunizando a construção do futuro dos jovens, das nossas crianças, do nosso sonho de um futuro melhor, eu estava lá. O Presidente Cabo Carlos estava lá. Outras autoridades estavam lá. Agora, não me lembro da presença do Vereador Parlapatão!

Vingou, neste momento, o oportunismo político. O Vereador Parlapatão, o líder da ideologia “contra-tudo”, está realizado, satisfeito, fastiado. Não participou de nada, apenas da postergação do sonho. Grande construção para sua, se Deus quiser, curta e breve carreira política!

Aos estudantes, aos professores, aos técnicos da UFOB, ao povo de Luís Eduardo Magalhães, digo que existem 7 Vereadores incumbidos com a missão de manter vivo a realização deste sonho, dessa nossa obrigação de prover, de possibilitar, a implantação da UFOB em Luís Eduardo Magalhães com a maior brevidade possível. Não mediremos esforços para isso.

Vereador Jarbas Rocha/PHS líder do Governo

Comentários
0

Ufob: Luís Eduardo Magalhães patina e Santa Maria Vitória avança

Postado às 20:00 hs

Oito vereadores, sendo cinco da base governista, votaram contra a doação de um terreno para a construção do campus da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) em Luís Eduardo Magalhães, na última semana. Os estudantes, inconformados com a perda, fizeram acampamento em frente à Câmara Municipal e chegaram a atear fogo em pneus. Curiosamente, no mês passado, os edis aprovaram o projeto por unanimidade. Segundo o vereador Jarbas Rocha, um conhecido empresário da cidade em sociedade com um político da região teriam oferecido uma outra área, interferindo no processo de doação do terreno escolhido anteriormente pela Ufob.  A área com cerca de 50 hectares pertence a um agricultor da cidade que doou o terreno com objetivo de abrigar a universidade. Enquanto isso, na última sexta-feira, 21, em Santa Maria da Vitória, a reitora da Ufob, Iracema Veloso, recebeu a doação de gleba, por parte de um empresário da cidade, para a construção das instalações definitivas do campus da instituição no município. A área doada tem 60 hectares e fica às margens da BR-349, na saída para Correntina, próxima ao Centro de Abastecimento, na zona urbana do município. Santa Maria da Vitória é a primeira cidade a oficializar legalmente a doação do terreno para a instalação do campus da Ufob.

Comentários
0

Luís Eduardo: vereadora diz que Barra não merecia receber cursos da Ufob

Postado às 19:59 hs

Num determinado momento da discussão envolvendo a doação do terreno para a construção do campus da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) em Luís Eduardo Magalhães,  no último dia 18, na Câmara Municipal, o vereador Jarbas Rocha (PHS) lembrou que a casa legislativa de Barra analisou e aprovou a doação da área do parque de exposição da cidade para a implantação da universidade no município com presteza e rapidez. Em resposta a vereadora Katerine Rios (PSD) questionou o porque da fixação dos cursos de agronomia e medicina veterinária da universidade em Barra . "E o que produz, este, algodão, soja? Até se fosse para o município de Barreiras, São Desidério ou qualquer outro, mas Barra?", indagou a edil. Clique no quadro acima e ouça o questionamento da vereadora na íntegra.

Lamentavelmente a jovem vereadora deve desconhecer a importância econômica, social e cultural de Barra desde o império. De Barreiras, município que originou Luís Eduardo Magalhães, muito dos seus filhos viajaram para Barra em busca de conhecimento. Em Barra nasceu um dos mais ilustres e influentes cidadãos deste país até meados da primeira metade do século passado, Geraldo Rocha, que, inclusive, foi responsável pela nomeação de Landulfo Alves como governador da Bahia. Apesar da imprudência da parlamentar, tenho certeza que a pouca idade da moça a permitirá pedir desculpas ao povo de Barra. A Ufob é a redenção dessa imensa região, e seu campus em Barra é, talvez, o mais significativo sinal de um novo tempo, onde não só o Cerrado é visto com importância, mas todo o território do Além São Francisco.

Comentários
1

Ufob deve assumir protagonismo em Luís Eduardo Magalhães na questão da área

Postado às 19:30 hs

A batalha política envolvendo governo e oposição em Luís Eduardo Magalhães no tocante à doação de um terreno para construção do campus da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) deve ter um novo desfecho. A universidade deve assumir as rédeas do processo e pode optar pela realização de concorrência pública para transferência do bem à instituição. Apesar de mais burocrático e lento, o processo é inteiramente controlado pela universidade, que estabelece métodos e critérios para escolha do local onde deve ser erguido o centro universitário. Tanto a Prefeitura, como a Câmara de Vereadores, serão meras espectadoras do certame, cabendo apenas torcer pela melhor oferta, que poderá ser feita por qualquer pessoa disposta a contribuir com a construção da universidade no município.

Comentários
0

Tá certo, motorista, errado é o trânsito?!

Postado às 17:57 hs

Trânsito

Comentários
0

Exclusivo para cachorros

Postado às 17:21 hs

  tvdecachorroA Deutsche Telekom, uma rede de TV alemã, estreou na semana passada o DogTv, um canal concebido especialmente para cachorros. Após pesquisas e análises do comportamento destes animais de estimação diante do televisor, o canal  decidiu oferece transmissões estimulantes, relaxantes e educativas nas quais, por exemplo, aparece uma bola em movimento ou cachorros correndo por um campo, enquanto soa uma melodia suave composta por um só instrumento. Os bichos, explicou a DogTv, reagem especialmente ao movimento e a outros animais, e nesses elementos que a programação está centrada. Segundo os estudos da emissora, entre 60% e 70% das pessoas deixam a televisão ligada para os cachorros quando saem de casa. No país há cerca de sete milhões de cachorros suscetíveis a ver uma programação desenvolvida especialmente para eles. Nicholas Dodman, professor de Veterinária da Universidade Tufts (EUA), explicou que não se trata de os cachorros permanecerem durante horas em frente à televisão, mas de romper a monotonia quando estão sozinhos em casa. A DogTV foi criada em 2012 na Califórnia e tem um milhão de assinantes em todo o mundo. Além dos Estados Unidos, a emissora pode ser vista em Japão, Coreia do Sul e Israel. Espera-se que, após a Alemanha, chegue ao Reino Unido, à Irlanda e à França.

Enfim o Ceará, do frango assado ao lado do antigo Igacenter da Vila dos Sas, poderá se ver livre de uma clientela indesejada. Ruim, porém, será para o Se Liga Bocão e Na Mira, pois em breve os programas perderão parte significativa de seus telespectadores.

Comentários
0
Página 1 de 12312345...102030...Última »

Publicidade

Clima Tempo

Previsão | Barreiras-BA
Max
Min

Últimos Comentários

  • José Antonio: A resposta acima já responde aos questionamento da inculta vereadora e do seu colega.Quanto ao que a Barra produz e vem produzindo ao...
  • DOMINGOS: Bom dia, sou contra o impeachment de Dilma, mas não concorda com os desvios que acontece na Petrobrás. Em qualquer País do mundo...
  • José Reis Costa: DESSALINIZADOR UNIVERSAL PARA IRRIGAÇÃO, a solução mais econômica e prática para resolver o problema da irrigação no Brasil....
  • Paulo Oisiovici: http://noticias.uol.com.br/pol itica/politicos-brasil/2008/vi ce-prefeito/24101954-mizote.jh tm
  • Nuvem de Tags

    Redes Sociais